Manaus

Com previsão de mais chuva, prefeitura de Manaus pede atenção aos motoristas

De acordo com o IMMU, 16 semáforos estão desligados devido à falta de energia elétrica, em diversos pontos da cidade.

Redação AM POST

A Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) atua, nesta segunda-feira, 27/12, no atendimento às demandas oriundas dos prejuízos causados pela chuva. Ao menos 16 equipes com 300 trabalhadores foram mobilizadas e atenderam as ocorrências registradas pela Prefeitura de Manaus.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a velocidade do vento, nesta manhã, teve picos de 80 km/h, e ainda, mais de 26 milímetros de águas acumuladas.

Para as próximas horas, há previsão de chuva moderada, e a Prefeitura de Manaus pede atenção redobrada dos condutores de veículos. De acordo com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), 16 semáforos estão desligados devido à falta de energia elétrica, em diversos pontos da cidade. Segundo o supervisor do Centro de Controle Operacional do instituto, José Roberto Veloso, mais de 130 agentes estão, desde as primeiras horas da manhã, garantindo a fluidez da mobilidade urbana.

“As fortes chuvas desde o início da manhã geraram vários transtornos na cidade. Destacamos mais de 130 agentes para garantir a fluidez do trânsito, que teve pela manhã um total de três acidentes, sendo dois com danos materiais e um com vítima lesionada. A circulação de carros foi afetada em vários bairros devido ao tombamento de árvores, que quebraram fios e cabos, impedindo o tráfego de veículos”, destaca.

Continua depois da Publicidade

Com as chuvas mais moderadas no início da noite, o Centro de Cooperação da Cidade (CCC) passará a operar em Estágio de Mobilização.

“Esse estágio é o segundo nível, em uma escala de cinco, que foi criado e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade e que há possibilidade de nova mudança de estágio devido a chuva ou outros fatores. Depois que as chuvas ficam mais leves, os riscos de desabamento continuam e é por isso que o CCC funciona 24 horas, nos sete dias da semana, para garantir que a população, independentemente do horário, do dia ou da situação climática, tenha suas crises solucionadas”, relata Sandro Diz, superintendente do Centro de Cooperação da Cidade.

Continua depois da Publicidade