Manaus

Em Manaus, candidato a vereador é preso suspeito de integrar grupo de extermínio composto por motoristas de app

Segundo a polícia o agia contra assaltantes dos motoristas.


Redação AM POST

Na manhã desta quarta-feira (21), o candidato a vereador, João Rodrigues Macielzz, de 33 anos, foi preso durante a operação Nêmesis em Manaus suspeito de integrar um grupo de extermínio que agia contra assaltantes de motorista de aplicativo.

Continua depois da Publicidade

O grupo teria assassinado o adolescente Pedro Adley, de 17 anos, que estava desaparecido desde o último dia 21 de junho, foi encontrado morto e enterrado nesta manhã, no Km 28, na rodovia BR-174, que liga Manaus ao município de Presidente Figueiredo (distante a 107 km da capital).

João já foi presidente do Sindicato dos Motorista de Aplicativo mas renunciou o cargo para se candidatar a vereador. Além dele também foram presos: Cleyton Augusto dos Santos, de 29 anos e Kameron Braga Pereira, de 21 anos.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) segue nas investigações do caso. O nome da operação Nêmesis, é o nome dado para a deusa da vingança e da justiça.

Continua depois da Publicidade

Familiares dos presos estão presentes na sede da Especializada e afirmando que os motoristas foram agredidos pelos policiais civis.