Pesquisar por em AM POST

Manaus

Filha da servidora do TRT assassinada em apartamento diz que é inaceitável soltura do suspeito do crime em Manaus

A família da vítima se manifestou sobre a decisão da Justiça de conceder habeas corpus ao vigilante Caio Claudino.

  • Por AM POST

  • 04/04/2023 às 09:00

  • Atualizado em 04/04/2023 às 10:19

  • Leitura em três minutos

Redação AM POST

Stephanie Veiga, filha de servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Silvanilde Ferreira, se mostrou indignada após a justiça conceder habeas corpus ao agente de portaria Caio Claudino de Souza, 25, preso após confessar o assassinato da servidora pública Silvanilde Veiga, que foi achada morta no próprio apartamento em condomínio de luxo, no bairro Ponta Negra, em maio de 2022.

PUBLICIDADE

Em nota divulgada por Stephanie, os familiares da vítima lamentaram a decisão.

O pedido de habeas corpus foi impetrado pelo advogado Samarone Gomes que alegou que as principais provas colhidas nas investigações a defesa ainda não teve acesso.

Conforme Samarone nove meses depois de estar preso Caio ainda não é réu do processo. O Ministério Público já ofereceu a denúncia, porém não foi recebida pela Justiça devido a ausência das provas técnicas no processo.

PUBLICIDADE

“Não consigo aceitar como justa uma decisão que deixa à solta uma pessoa considerada um assassino, colocando em risco a vida de outras pessoas inocentes e de bem que agem dentro da lei, assim como a minha mãe que sofreu tamanha crueldade de forma indefesa”, disse a filha da vítima.

Leia nota na íntegra:
“Recebi na data de hoje, uma notícia inaceitável e é com extrema tristeza e indignação a notícia de que fora concedida a liberdade ao assassino da minha mãe.

PUBLICIDADE

Em sua decisão, a Desembargadora alega que o assassino está preso há mais de 10 meses e esse excesso de prazo seria motivo para colocá-lo em liberdade, porém, creio que fora levada a erro pela defesa do acusado, uma vez que o processo só não tem andado em razão dos inúmeros pedidos feitos por esta, alegando não ter como apresentar a resposta à acusação em razão de diligências imprescindíveis. Como podem eles mesmos atrasarem o processo e isso ser argumento para colocar o assassino em liberdade? Onde está de fato a justiça?

Ele praticou um crime bárbaro, por motivo vil – subtrair bens da minha mãe de forma tão cruel – e não pode de nenhuma forma ser considerado alguém apto a estar em liberdade, transitando em meio a pessoas de bem, como se não tivesse cometido um crime hediondo.

PUBLICIDADE

Não consigo aceitar como justa uma decisão que deixa à solta uma pessoa considerada um assassino, colocando em risco a vida de outras pessoas inocentes e de bem que agem dentro da lei, assim como a minha mãe que sofreu tamanha crueldade de forma indefesa”.

Acompanhar as notícias de Manaus é essencial para quem deseja estar por dentro do que está acontecendo na cidade. Manaus é repleta de história e cultura. Nossa equipe está sempre nas ruas, trazendo as notícias de Manaus com a urgência e a precisão que os eventos da capital amazonense demandam.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank