Manaus

Manaus registra aumento de furtos em cabos que controlam semáforos

A avenida Cosme Ferreira, um dos principais corredores viários da cidade, foi a via que mais sofreu com os furtos e vandalismos nos equipamentos semafóricos.


Redação AM POST

Dados contabilizados pela Prefeitura de Manaus apontam que no primeiro mês de 2022, comparando-se com o mesmo período do ano passado, foi registrado um aumento no furto de cabos dos equipamentos que controlam os semáforos da capital, além de atos de vandalismo nos mesmos.

Continua depois da Publicidade

A avenida Cosme Ferreira, um dos principais corredores viários da cidade, foi a via que mais sofreu com os furtos e vandalismos nos equipamentos semafóricos, colocando em risco a vida de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

Em 2021, no período de janeiro a dezembro, no semáforo em frente à feira do Coroado, foram furtados cerca de 400 metros de cabo. Em janeiro de 2022, o número já está em 200 metros. Em frente ao conjunto Tiradentes, na mesma via, no ano passado, foram 300 metros de fiação furtadas, e em 2022, somente nestes primeiros dias, já somam-se o furto de 200 metros de cabo.

Outro ponto principal é o semáforo em frente a um dos maiores polos geradores de tráfego da cidade, que é o hospital e pronto-socorro João Lúcio. No local, 100 metros de fiação foram furtados em 2021. Em janeiro de 2022, o número já é o mesmo, ou seja, em apenas um mês, já se equiparou a todo o período do ano anterior.

Continua depois da Publicidade

Providências
Para minimizar o volume das ocorrências e inibir os atos de vandalismo, o IMMU tem feito alteração dos controladores semafóricos, além de monitorar os pontos de maior incidência com as câmeras do Centro de Cooperação da Cidade (CCC). Informações repassadas por meio do telefone 0800 092 1188, meio pelo qual a população avisa os agentes de trânsito que contatam a Polícia Militar, também são usadas para combater os crimes.

“O furto desses cabos semafóricos coloca em risco a vida da população. Portanto, é vital que o cidadão nos ajude no combate a esta prática criminosa, denunciando os infratores à polícia ou aos agentes de trânsito. A prefeitura não deixa de fazer a parte dela e está buscando mais ações ainda nesse sentido, para que a população não seja prejudicada. Os criminosos serão punidos conforme a lei”, explicou Paulo Henrique Martins, diretor-presidente do IMMU.

Continua depois da Publicidade