“Não é um ano de festas”, diz Arthur Neto ao confirmar cancelamento do Réveillon e outros eventos

O prefeito afirmou que este ano é de luto e os eventos estão cancelados devido a pandemia do novo coronavírus.

Redação AM POST

“Não é um ano de festas. É um ano de luto, de reconstrução, de curar nossas feridas”, disse o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nesta sexta-feira, 18/9, ao confirmar o cancelamento de grandes eventos realizados pela prefeitura, como as comemorações do Aniversário da Cidade, do Boi Manaus e do Réveillon, por conta da pandemia do novo coronavírus . “Vamos nos concentrar no Natal e fazer dele uma grande festa espiritual, talvez o mais bonito, o mais original, que vai ser em família, um chamamento à paz e à compreensão das dificuldades que essa doença terrível causa a tantas famílias”, disse o prefeito.

O prefeito mencionou que, antes da pandemia, havia uma vontade de fazer um megaevento para o Réveillon e Aniversário da Cidade. “Nós pensávamos no Roberto Carlos para o Aniversário da Cidade e no Bruno Mars para o Réveillon, estávamos bem ambiciosos. Mas, aí veio a pandemia e a gente viu que não, não é época”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

As três festas canceladas são de grande alcance. O Réveillon já entrou para o calendário de eventos turísticos e, ao longo dos anos, vem atraindo cada vez mais participantes. A estimativa era de 300 mil pessoas, nos quatro pontos onde é realizado o evento, o principal deles no complexo turístico Ponta Negra.

O mesmo ocorre com o Boi Manaus, realizado em outubro, como parte das comemorações pelo Aniversário da Cidade, em 24 de outubro, que também contava com shows musicais em espaços distintos.

A programação simbólica para este ano ainda será anunciada pela Prefeitura de Manaus.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da Assessoria de Imprensa