Oito apartamentos foram destruídos após explosão de gás em condomínio de Manaus

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas a hipótese é de que a explosão tenha se dado em decorrência de um vazamento de gás GLP das encanações do edifício.

Redação AM POST

Peritos do Instituto de Criminalística do Amazonas estiveram nesta quinta-feira (25/02) no condomínio localizado na comunidade Lago Azul, zona norte de Manaus, onde um apartamento foi destruído por causa de uma explosão, registrada no final da tarde de ontem (24/02). O Corpo de Bombeiros e policiais militares da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) atuaram no atendimento da ocorrência. Seis pessoas ficaram feridas.

Continua depois da Publicidade

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), a hipótese é de que a explosão tenha se dado em decorrência de um vazamento de gás GLP das encanações do edifício. Quatro viaturas dos Bombeiros foram empregadas para o controle da situação.

De acordo com o sargento Jhon Noronha, que coordenou as ações iniciais no local, a explosão ocorreu em um dos apartamentos do bloco 24. “Chegando ao local, notamos que havia duas vítimas com queimaduras. Conseguimos socorrer uma com a nossa unidade de resgate, e a outra foi socorrida na unidade móvel do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), sendo levada ao Hospital 28 de Agosto, para o setor de queimados”.

Ao todo, oito apartamentos foram destruídos, quatro deles demolidos. Segundo o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o laudo pericial sobre o fato deve ser concluído em 30 dias.

Continua depois da Publicidade

Vítimas
Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), cinco vítimas do acidente no Condomínio Verona receberam atendimento nas unidades de saúde da rede estadual, ainda na noite de quarta-feira (24/02).

Uma mulher, que também se feriu, recebeu os primeiros atendimentos do Samu no local, mas não quis ir para atendimento hospitalar.

Continua depois da Publicidade

Uma vítima adulta, do sexo masculino, foi levada para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto. Ele apresenta queimaduras em 80% do corpo e está recebendo cuidados da equipe médica e de enfermagem da unidade. O paciente realizou, na manhã desta quinta-feira, uma nova avaliação médica.

Quatro crianças receberam os primeiros atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales e foram encaminhadas em seguida para os Prontos-Socorros da Criança da Zona Oeste e da Zona Sul, onde estão recebendo tratamento médico e sendo acompanhadas pelas equipes multiprofissionais das unidades.

Continua depois da Publicidade

A SES ressalta que informações sobre quadro de saúde de pacientes são reservadas à família.