Polícia procura suspeitos de matar adolescente de 14 anos em Manaus

O corpo da jovem foi encontrado no dia 23 de maio deste ano, por volta das 23h, na rua Carlota Bonfim, ramal da Praia Dourada.

Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), representada pela delegada Marília Campello, coordenadora do Núcleo de Feminicídio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), pede a ajuda da população na divulgação da imagem de João Matheus Souza Sarmento, 19, e Cleandro Vasconcelos Viana, conhecido como ‘Barba’, procurados pelo envolvimento no homicídio da adolescente Lenita Silva da Silva, que tinha 14 anos.

O corpo da adolescente foi encontrado no dia 23 de maio deste ano, por volta das 23h, na rua Carlota Bonfim, ramal da Praia Dourada, bairro Tarumã, zona oeste capital.

Continua depois da Publicidade

As equipes policiais tiveram acesso ao celular da vítima e, pouco antes de morrer, ela teria falado com João Matheus por meio de uma rede social e, posteriormente, ele desativou a conta.

“O indivíduo, junto com outros dois infratores, identificados como Erick Anderson Muniz Castro, 30, que foi preso neste domingo (25/10), e Cleandro Vasconcelos Viana, conhecido como ‘Barba’, ainda foragido, foi buscá-la para, supostamente, ir a uma festa. Na ocasião, estavam em um carro, modelo Gol, de cor vermelha. Dentro do veículo, eles iniciaram uma discussão, passaram a agredi-la e decidiram executá-la”, relatou Marília.

A ordem judicial em nome de João Matheus Souza Sarmento foi expedida em 18 de setembro de 2020, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, da Central de Inquéritos.

Continua depois da Publicidade

‘Barba’ era o condutor do carro em que os infratores buscaram a adolescente para levá-la a uma suposta festa, junto com outro homem e um jovem, identificados como Erick Anderson Muniz Castro, 30, preso neste domingo (25/10), e João Matheus Souza Sarmento, 19, o principal suspeito do crime e ainda foragido.

“Dentro do veículo, eles iniciaram uma discussão, passaram a agredi-la e resolveram executá-la. Após as investigações, a ordem judicial em nome dele foi expedida em 30 de junho de 2020, pelo juiz James Oliveira dos Santos, da Central de Inquéritos”, explicou a delegada.

Disque-Denúncia
Quem puder colaborar com informações sobre a localização do indivíduo, deve entrar em contato com a DEHS pelo número (92) 3636-2874 ou pelo 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Continua depois da Publicidade

* Com informações da Assessoria de Imprensa