Praia da Ponta Negra é interditada para evitar propagação da Covid-19

A medida é para evitar uma segunda onda de contágios do novo coronavírus.

Redação AM POST

Os 4.800 metros da Praia da Ponta Negra já estão com faixas e avisos de interdição. A retomada da medida foi decretada nesta sexta-feira (18) pelo prefeito de Manaus, Arthur Neto, para evitar a propagação e nova onda de contágios do novo coronavírus.

O Boletim Diário Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), edição nº 171, divulgado neste sábado (19/09), confirma o registro de 1.214 novos casos confirmados de Covid-19, totalizando 131.573 casos da doença no estado.

Continua depois da Publicidade

Após a reabertura do ponto turístico e demais locais de constante movimentação, foi detectado um aumento de casos da doença. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tiveram um aumento na demanda considerável em relação ao vírus.

O isolamento no local foi realizado pelos guadas municipais e durante o período do decreto, cerca de 30 agentes ficarão de guarda para evitar qualquer desobediência e também orientar quanto a medida de proteção contra a covid-19.

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) reduziu o número de ônibus de acesso a praia para evitar a ida de pessoas ao local.

Continua depois da Publicidade