Manaus

Prefeito de Manaus anuncia data de retorno das aulas presenciais; cartão de vacina será obrigatório

Quatro unidades de ensino da capital passam a ser pontos temporários na campanha de imunização contra o novo coronavírus.


Redação AM POST

Para avançar no processo de vacinação das crianças na capital do Amazonas, o prefeito de Manaus, David Almeida, inaugurou, na manhã desta segunda-feira, 31/1, o ponto de vacinação contra a Covid-19 no Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Doutora Viviane Estrela Marques Rodella, localizado no bairro Lago Azul, zona Norte. A escola é apenas uma das quatro unidades de ensino que passam a ser pontos temporários na campanha de imunização contra o novo coronavírus coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Continua depois da Publicidade

O chefe do Executivo municipal salientou que a abertura de novos locais exclusivos para as crianças de 6 a 11 anos sem doenças preexistentes e as de 5 e 11 anos, com comorbidades e deficiências é de fundamental importância para o avanço da imunização da população manauara, visto que as aulas presenciais nas escolas municipais retornam no próximo dia 14, com a obrigatoriedade de os alunos apresentarem o comprovante vacinal.

“Acertamos com o secretário municipal de Educação (Pauderney Avelino) e com a secretária municipal de Saúde (Shádia Fraxe) que, a partir do dia 14, teremos a volta presencial das aulas. Com essa volta, se faz necessário que os alunos de 5 a 11 anos, que são mais 153 mil ao longo da nossa rede municipal de ensino, sejam vacinados contra a Covid-19. Hoje, temos apenas 12 mil vacinados, ou seja, menos de 10%. Então, vamos ter mais 14 dias para avançar nesse processo, pois vamos pedir aos pais o comprovante de vacinação das crianças. Isso se faz necessário”, enfatizou Almeida.

Além do Cime Doutora Viviane Estrela Marques Rodella, os outros pontos temporários estão locados no Cime Senador Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, no bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste; o Cime Josefina Rosa de Mattos Pereira de Castro, no bairro Jorge Teixeira, zona Leste; e a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Domingos Sávio, no bairro Alvorada, zona Oeste.

Continua depois da Publicidade

As unidades de ensino passam a operar por um período inicial de sete a dez dias, a partir desta segunda-feira, e estão preparadas para atender as crianças que se encontram na faixa etária contemplada pela campanha de vacinação infantil contra a Covid-19, de segunda a sábado, das 9h às 16h.

Agora, a população de Manaus conta com nove pontos exclusivos para a vacinação infantil. De acordo com David Almeida, nos próximos dias, esse quantitativo irá aumentar.

Continua depois da Publicidade

“Hoje, temos nove pontos para vacinação das crianças e vamos continuar expandindo. Sabemos que essa vacinação é diferenciada. Não podemos deixar a criança próxima dos adultos na mesa da vacinação. Temos mais de 50 pontos para os adultos e esse é o trabalho que a prefeitura está fazendo para resguardar a saúde de sua população. Em janeiro de 2021, 2.157 pessoas, infelizmente, foram sepultadas em Manaus só por Covid. Neste mês, até hoje, 97. Se compararmos, é uma diferença muito grande, porém não queremos que ninguém venha sofrer mais da Covid. Nós temos vacina em abundância, por isso, vamos seguir ampliando a nossa campanha”, completou o prefeito.

Documentos
Para garantir a vacinação, as crianças devem estar acompanhadas de um dos pais ou outro responsável maior de 18 anos. Elas não podem ter recebido qualquer outro imunizante nos últimos 15 dias, nem ter tido Covid-19 nos últimos 30 dias.

Continua depois da Publicidade

Os documentos obrigatórios são certidão de nascimento ou documento de identificação original com foto; cartão nacional do SUS ou CPF, e a caderneta de vacinação. Além desses, para as crianças com comorbidades, é necessária a apresentação de laudo médico que comprove essa condição. As que têm deficiências (PcDs) não precisam apresentar laudo.

Outros pontos de vacinação
Além dos quatro pontos de atendimento nas unidades de ensino, a Semsa segue com os outros cinco pontos estratégicos abertos para a população infantil. Os pontos montados no Studio 5 Centro de Convenções, na zona Sul, e no Clube do Trabalhador-Sesi, zona Leste, também receberam reforços de pessoal da Semed e servirão de referência para os estudantes que residem em áreas próximas dessas unidades.

Os demais locais onde as crianças podem ser levadas são o Parque da Criança, também na zona Sul, o Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, na zona Oeste, e o shopping Via Norte, na zona Norte. Todos funcionam de segunda a sábado, das 9h às 16h, à exceção do Via Norte, que atende das 10h às 16h.