Manaus

Prefeitura de Manaus alcançou mais de 500 crianças com a 1ª consulta odontológica no Julho Laranja

O número é cinco vezes maior do que a procura média registrada nos meses anteriores, e demonstra o sucesso obtido nas ações.


Redação AM POST

A Prefeitura de Manaus alcançou mais de 500 crianças de zero a dois anos de idade com a realização da primeira consulta odontológica, durante a campanha Julho Laranja, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O número é cinco vezes maior do que a procura média registrada nos meses anteriores, e demonstra o sucesso obtido nas ações da Semsa para promoção da saúde bucal infantil.

Continua depois da Publicidade

A Gerência de Saúde Bucal da secretaria registrou a primeira consulta odontológica de 555 crianças no mês de julho, sendo que o total de consultas nos primeiros seis meses de 2022 foi de 492. Durante a campanha, a Semsa intensificou os atendimentos e levou diversas atividades educativas para creches e unidades de saúde, buscando sensibilizar os pais sobre a importância desse tipo de acompanhamento.

“Nós queremos que os pais iniciem essa rotina de levar a criança até as equipes de saúde bucal pelo menos uma vez por ano, para que seja efetiva a prevenção de agravos ou de problemas odontológicos. É principalmente nessa faixa etária que conseguimos corrigir problemas dentários ou de má oclusão, pois tanto a arcada dentária quanto os ossos da face ainda estão se formando”, explicou a cirurgiã-dentista Rebecca Rosas, técnica da gerência de Saúde Bucal da Semsa.

De acordo com Rebecca, as ações da campanha Julho Laranja foram voltadas para atividades educativas sobre a prevenção de problemas de saúde bucal, principalmente dentários e de má oclusão. Maus hábitos, como chupar dedo ou chupeta ou uso de mamadeira, podem prejudicar o desenvolvimento da criança.

Continua depois da Publicidade

“Quando ela começa a ser alimentada de forma errada, todas as funções primordiais que a criança está aprendendo a desenvolver podem ficar prejudicadas, desde a respiração até a deglutição (ato de engolir), mastigação e fala. Podemos corrigir isso bem cedo, e o acompanhamento com um profissional de odontologia é fundamental na identificação de possíveis agravos”, disse Rebecca.

Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) podem buscar qualquer unidade básica de saúde para realizar o acompanhamento odontológico de seus filhos. Em casos que necessitem de atenção especializada, a Semsa encaminha a criança para os Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), administrados pelo município.

Continua depois da Publicidade