Prefeitura de Manaus manda interditar novamente a praia Ponta Negra por causa da pandemia

Segundo o prefeito Arthur Neto é necessário optar pelo desagradável para evitar o desastroso.

Redação AM POST

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), anunciou nesta sexta-feira, 18/9, a intensificação e novas estratégias de combate à propagação da Covid-19, causada pelo novo coronavírus e assinou um decreto municipal de situação de emergência. Entre as medidas está a suspensão do acesso do público ao banho no Rio Negro pela praia da Ponta Negra, na zona oeste de Manaus.

“É desagradável, mas administrar com seriedade é optar pelo desagradável para evitar o desastroso”, destacou o prefeito da capital que também considerou precipitada a reabertura de comércios e retomada de atividades econômicas.

Continua depois da Publicidade

Desde a flexibilização de medidas iniciada pelo governo do Amazonas, o Complexo Turístico da Ponta Negra foi um dos principais pontos de aglomerações, com grande movimentação de pessoas sem máscaras em feriados e fins de semana.