Manaus

Revoltados, pais fazem manifestação para pedir prisão de terapeuta denunciada por agredir crianças autistas em Manaus

Protesto ocorreu em frente ao prédio do 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Redação AM POST

Um grupo de pais realizou manifestação na manhã desta sexta-feira (8), na frente do 22° Distrito Integrado de Polícia (DIP), para pedir a prisão da terapeuta ocupacional e fisioterapeuta, Samia Patricia Riatto Watanabe, denunciada pelo crime de maus-tratos contra crianças autistas em Manaus.

Continua depois da Publicidade

Vídeos de câmeras de segurança flagraram agressões contra várias crianças atendidas pela mulher na Speciale Clínica Multidisciplinar, em Manaus, onde a terapeuta realizava os atendimentos. Após repercussão do primeiro caso, denunciado em julho deste ano, vários solicitaram que a clínica disponibilizasse imagens da sala onde Samia atuava.

Uma das manifestantes se exaltou durante entrevista ao contar que viu imagens de Samia agredindo e ainda comendo o lanche da filha dela. Outro pai conta que viu imagens do filho autista de 8 anos acuado, levando puxões e tapas de da terapeuta.

O grupo apelou ao Ministério Público e as autoridades que interfiram no caso e agilizem a prisão da terapeuta.

Continua depois da Publicidade

A profissional nega as agressões e alega que alguns procedimentos fazem parte do tratamento.

Em nota nas redes sociais, a clínica pronunciou-se dizendo que desde junho deste ano, “após fatos administrativos que infringiram as normas da referida clínica, decidiu por bem rescindir a prestação de serviço, bem como cancelar a permissão de utilização de espaço para atendimento da terapeuta ocupacional”.

Continua depois da Publicidade