Vigilantes do HPS João Lúcio protestam e ameaçam paralisação por atrasos salários

Alguns trabalhadores não tem mais condições de bancar a passagem para ir trabalhar.

Redação AM POST

Com salários atrasados, vigilantes do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, localizado na zona leste de Manaus fazem protesto na manhã desta segunda-feira (21), em frente a unidade. Eles ameaçam parar de vez o serviço caso não haja solução.

Os trabalhadores disseram que a empresa terceirizada responsável pela contratação não está efetuando o pagamento e os funcionários não tem mais nem como pagar as passagens do transporte público para chegarem no hospital.

Continua depois da Publicidade

Segundo um vigilante, eles estão sem receber desde o dia 8. Os funcionários entraram em contato com a empresa, com a Secretaria de Saúde, com a administração do hospital João Lúcio e ninguém apresentou nenhuma solução.