Pesquisar por em AM POST

Mundo

Acordo assinado entre Rússia e Coreia do Norte prevê assistência mútua em caso de agressão, diz Putin

Putin e Kim Jong-un firmam parceria estratégica em Pyongyang. Saiba mais sobre as implicações globais deste acordo.

  • Por AM POST

  • 19/06/2024 às 12:36

  • Atualizado em 19/06/2024 às 12:39

  • Leitura em três minutos

Acordo assinado entre Rússia e Coreia do Norte prevê assistência mútua em caso de agressão, diz Putin

Acordo assinado entre Rússia e Coreia do Norte prevê assistência mútua em caso de agressão, diz Putin

 

Acordo assinado entre Rússia e Coreia do Norte prevê assistência mútua em caso de agressão, conforme anunciado pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, nesta quarta-feira (19). Durante a reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Pyongyang, Putin destacou a importância dessa parceria estratégica, que inclui apoio mútuo em situações de agressão.

PUBLICIDADE

Presidente da Rússia e líder norte-coreano se reuniram em Pyongyang

O encontro entre Putin e Kim marcou a primeira visita do presidente russo à Coreia do Norte em 24 anos. Na cerimônia de boas-vindas, participaram militares e uma grande multidão de civis, refletindo a importância do evento. A reunião culminou na assinatura de um acordo de parceria estratégica que promete fortalecer a cooperação entre os dois países.

Parceria estratégica e assistência mútua

Segundo agências de notícias russas, o acordo assinado entre Rússia e Coreia do Norte inclui uma cláusula crucial: a assistência mútua em caso de agressão estrangeira. Putin afirmou que o documento estabelece as bases para uma relação de longo prazo entre as nações. “O acordo de parceria assinado hoje prevê, entre outras coisas, assistência mútua em caso de agressão contra uma das partes deste acordo”, disse o líder russo.

Temores do Ocidente e apoio no conflito com a Ucrânia

O Ocidente teme que a cooperação militar entre Moscou e Pyongyang se intensifique, já que a Coreia do Norte fornece munições e mísseis ao exército russo. Durante o encontro, Putin agradeceu o apoio inabalável da Coreia do Norte à política russa, especialmente no conflito com a Ucrânia. Kim Jong-un, por sua vez, reafirmou seu apoio completo à “operação militar” na Ucrânia e expressou sua intenção de ampliar a cooperação estratégica com a Rússia.

PUBLICIDADE

Reações e preocupações internacionais

Os Estados Unidos demonstraram preocupação com o possível fortalecimento do programa nuclear e armamentista da Coreia do Norte devido à parceria com a Rússia. Além disso, o governo norte-americano acusa a Rússia de utilizar armas norte-coreanas na Ucrânia, uma alegação negada tanto por Moscou quanto por Pyongyang.

Próximos passos na cooperação Rússia-Coreia do Norte

Ainda durante o encontro, Putin convidou Kim Jong-un para uma nova reunião em Moscou. Este convite reforça a intenção de manter uma relação próxima e colaborativa entre os dois líderes. Kim esteve na Rússia em setembro de 2023, mas o encontro anterior com Putin ocorreu em uma cidade próxima à fronteira com a Coreia do Norte.

PUBLICIDADE

Redação Site On

O AM Post apoia a causa autista
blank

Essas crianças autistas não estão fugindo ou escondendo-se, elas, de fato, estão perdidas, à espera de que alguém va ao seu alcance.

- Anne Alvarez

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank