Pesquisar por em AM POST

Mundo

Fundador do WikiLeaks, Assange deixa prisão no Reino Unido após acordo para se declarar culpado por conspiração

Julian Assange estava detido desde 2019 por divulgar ilegalmente informações confidenciais.

  • Por AM POST

  • 25/06/2024 às 10:40

  • Atualizado em 25/06/2024 às 14:36

  • Leitura em 1 minuto

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, deixou a prisão de segurança máxima de Belmarsh, nessa segunda-feira (24), embarcando para a Austrália a partir do aeroporto de Stansted, em Londres. A libertação de Assange ocorre como parte de um acordo negociado com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, no qual ele se declarou culpado de conspiração para obter e divulgar ilegalmente informações confidenciais.

Assange era acusado de conspiração para obter informação confidencial, ao revelar milhares de documentos que demonstram ataques americanos contra civis no Iraque e no Afeganistão.

PUBLICIDADE

Ele foi detido em 2019 no Reino Unido onde cumpria sentença por ter violado as condições de sua liberdade condicional quando se refugiou, em 2012, na embaixada do Equador, em Londres, para evitar uma extradição para a Suécia. Na ocasião, a Suécia pedia a extradição do ativista em razão de acusações de crimes sexuais.

De acordo com o Wikileaks, Assange deixou a prisão de segurança máxima de Belmarsh na manhã desta terça-feira (25) e já embarcou para a Austrália, seu destino final.

Em diferentes ocasiões, o presidente Lula se manifestou sobre a situação do jornalista, classificando sua prisão como “uma vergonha” e dizendo que Assange deveria ter sido premiado por revelar “segredos dos poderosos” ao invés de estar preso.

PUBLICIDADE

Assange é acusado de 18 crimes ligados à divulgação de milhares de documentos secretos sobre as guerras no Afeganistão e no Iraque e, se fosse condenado por todos eles, poderia pegar até 175 anos de prisão.

*Com informações da Agencia Brasil

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

O autismo não limita as pessoas. Mas o preconceito sim, ele limita a forma com que as vemos e o que achamos que elas são capazes.

- Letícia Butterfield

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank