Maduro considera veto ao registro de candidatura de Lula um ‘ataque’

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, tachou de “ataque” a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, tachou de “ataque” a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de vetar o registro de candidatura à presidência de Luiz Inácio Lula da Silva para eleições de outubro.

“Ergo a minha voz, junto ao povo brasileiro, contra o ataque ao irmão Lula. A oligarquia do continente quer calar a voz de uma nação e daqueles que decidiram ser livres. Força, Brasil! Somos milhões de Lulas!”, escreveu ele no Twitter.

Sexta (31), a maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu rejeitar o registro da candidatura de Lula à presidência para as próximas eleições. O ex-presidente está preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa de Lula pode recorrer ao próprio TSE ou ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas neste último caso ele já não poderia se apresentar às eleições.

Continua depois da Publicidade

Fonte: UOL