Mundo

Médica erra em cirurgia e faz vasectomia em menino de 4 anos

A família entrou com ação judicial contra o hospital.


Redação AM POST

Um menino de apenas 4 anos passou por procedimento de vasectomia, por conta de um erro médico. A matéria foi publicada no “The New York Post”, em um hospital do Texas, nos Estados Unidos. A médica que fez a cirurgia deveria remover uma hérnia na virilha do menino, mas acabou cometendo o erro.

Continua depois da Publicidade

O problema aconteceu em agosto do ano passado, mas só ganhou as manchetes agora, depois que a família entrou com ação judicial contra o hospital. De acordo com o relato, a criança iria fazer uma cirurgia laparoscópica. Trata-se de um procedimento cirúrgico minimamente invasivo, realizado sob efeito de anestesia.

A médica, identificada como Susan Jarosz, ao fazer o procedimento, cortou acidentalmente o ducto deferente, canal que transporta o sêmen reprodutivo. Apesar de a defesa alegar que “a vasectomia foi parcial”, a própria médica admitiu o erro e pediu desculpas à família.

Ainda assim, a família decidiu responsabilizar judicialmente os envolvidos. O erro pode “impactar a capacidade futura de ter filhos, além de poder causar danos emocionais para o resto da vida”.

Continua depois da Publicidade