Mundo

Rússia proíbe entrada de Biden, Blinken e outras autoridades dos EUA

Nomes foram incluídos em lista de 13 pessoas vetadas pelo país.


Reuters

A Rússia anunciou nesta terça-feira (15) que colocou o presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, o secretário de Estado, Antony Blinken, e outras autoridades de alto escalão do governo norte-americano na lista de pessoas proibidas de entrarem no país.

Continua depois da Publicidade

Os nomes deles – juntamente com os do secretário de Defesa, Lloyd Austin, do chefe da CIA, William Burns, do conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, entre outros – foram incluídos em lista de 13 pessoas vetadas pela Rússia, em resposta às sanções impostas por Washington contra autoridades russas. A ex-secretária de Estado Hillary Clinton também foi alvo.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia, no entanto, manteve as relações oficiais com os EUA e, se necessário, garantirá que contatos de alto nível com pessoas dessa lista possam ocorrer.