Polícia

Advogado é indiciado por estuprar faxineira

A vítima alega ter pulado da sacada de um apartamento após ter sido abusada sexualmente.

O advogado Jefferson Moura da Costa foi indiciado por estupro e cárcere privado de uma mulher que alega ter pulado da sacada de um apartamento após ter sido abusada sexualmente, em Teresina (PI). As informações são do portal G1.

A diarista, de 29 anos, passou por testes no Serviço de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS), que confirmaram o crime. O abusador foi preso em 14 de julho e afirma que só vai se manifestar após o fim das investigações.

Continua depois da Publicidade

As imagens da câmera de segurança do prédio comprovam a versão da vítima. Nas gravações, é possível ver a mulher chegando no local acompanhada pelo advogado.

Horas depois, ela aparece diversas vezes na sacada do apartamento, olhando para baixo. Segundo seu relato, ela aproveitou um momento de distração do agressor para fugir.

A câmera não registra a imagem em que ela pula, mas, logo depois, é possível vê-la correndo no hall do condomínio.

Continua depois da Publicidade