Pesquisar por em AM POST

Polícia

Assista: Família aponta indícios de que corpo encontrado carbonizado seja jovem grávida desaparecida em Manaus

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), para passar por exames de identificação.

  • Por AM POST

  • 03/08/2023 às 17:54

  • Leitura em três minutos

Familiares acreditam que o corpo de uma mulher encontrado carbonizado nesta quinta-feira (3) seja de Debora da Silva Alves, 18, grávida de 8 meses, que está desaparecida desde o último sábado (29) em Manaus. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), para passar por exames de identificação.

Em entrevista ao Portal AM POST, a tia da vítima, Rita de Cássia, apontou indícios que os familiares identificaram no reconhecimento do corpo.

PUBLICIDADE

Os brincos, parte do couro cabeludo, os cabelos, porque o cabelo da Débora se vocês viram nas fotos é muito longo e cacheado, aparece parte desses cabelos e uma parte do vestido que ela estava usando. Então isso aí a primeira vista a mãe dela reconheceu e eu reconheci também. O vestido eu não tinha muito contato de ver esse vestido mas os cabelos dela, aqueles cabelos ali eram, eu como tia o meu coração diz que é ela sim“, declarou.

O corpo foi encontrado dentro de um camburão em uma área de mata localizada próximo ao Parque Mauá, no bairro Mauzinho, na zona leste de Manaus. A vítima também teria sido estrangulada e queimada com óleo quente.

O parentes de Débora aguardam o resultado da perícia do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) para confirmar ou não a suspeita.

PUBLICIDADE

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

A post shared by AM POST (@portalampost)

PUBLICIDADE

Suspeito
De acordo com Rita de Cássia, a jovem engravidou de um homem casado que começou a lhe ameaçar quando soube da gestão com medo de atrapalhar seu casamento.

“Ele começou a intimidar, chegou a levar ela para uma área de mata para intimidar e não se sabe se para tentar matá-la, chegou a dar medicação abortiva para ela no começo da gravidez e ela não tinha mais contato físico com ele mas ele sempre mandava mensagens”, contou

“A Débora tinha uma relação muito aberta com a mãe dela e contava tudo que acontecia então as coisas que ele falava ela sempre passava para a mãe e na madrugada do último domingo (30) ele ligou dizendo que queria conversar com ela, que ele não registraria a criança para não prejudicar o casamento mas que ajudaria financeiramente e que inclusive estaria levando uma quantia em dinheiro para ela, marcou de encontro e ela foi. Avisou a mãe que estava indo, a mãe até pediu para que ela não fosse e ela foi. Desde então a Débora não foi mais vista”, completou.

A tia da jovem afirma que desde seu desaparecimento a família está a procura dela em hospitais, maternidades e até em locais de desova de corpos.

Redação AM POST*

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank