Cadáver é encontrado com sinais de tortura boiando em rio no Careiro Castanho

O corpo foi encontrado com os membros amarrados e amordaçados.

Redação AM POST

O corpo de uma mulher, ainda não foi identificada, foi encontrado com várias marcas de violência e já estava em estado de decomposição, boiando na manhã desta quinta-feira (1), no Rio Castanho, no município de Careiro Castanho, (distante a 124 quilômetros da capital). O caso foi registrado no 34ª Distrito Policial de Careiro, e a Polícia Civil já iniciou investigação para tentar chegar à autoria do homicídio.

Continua depois da Publicidade

De acordo com informações da polícia a mulher foi encontrada com os membros amarrados e amordaçados, além do rosto estar em estado de mutilação por conta das piranhas que tem no rio. O corpo estaria amarrado em um palheta, servindo como âncora para que o corpo não afundasse.

Equipe do Instituto Médico Legal (IML), do município, foi até o local e fez a remoção do cadáver para os procedimentos cabíveis.