Polícia

Comerciante é preso acusado de estuprar criança de 11 anos que vendia picolé no Careiro Castanho

Segundo a polícia ele chamou a criança para entrar em seu estabelecimento comercial, fechou as portas e cometeu o abuso sexual.


Redação AM POST

Policiais civis da 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Careiro Castanho (a 88 quilômetros de Manaus) cumpriram, na manhã desta quinta-feira (28/07), por volta de 10h, mandado de prisão preventiva em nome de Ulysses dos Santos Araújo, 32 anos, por estupro de vulnerável cometido contra uma criança de 11 anos. A prisão ocorreu no bairro Centro, daquele município.

Continua depois da Publicidade

O delegado Mateus Moreira, titular da unidade policial, disse que o crime ocorreu no dia 13 de julho deste ano, por volta das 12h, momento em que a criança estava vendendo picolé e ofereceu para o suspeito.

“Ulysses chamou a criança para entrar em seu estabelecimento comercial e fechou as portas do local, momento em que abusou sexualmente da mesma”, disse.

Mateus informou, ainda, que as equipes policiais tomaram conhecimento da ação criminosa na ocasião em que a genitora e a vítima compareceram à delegacia para denunciar o fato.

Continua depois da Publicidade

“De imediato, foram iniciadas as investigações e solicitado o mandado de prisão em nome dele. A ordem judicial foi cumprida no local de trabalho do autor”, falou.

Ulysses responderá por estupro de vulnerável e ficará à disposição da Justiça.

Continua depois da Publicidade