Pesquisar por em AM POST

Polícia

Corpo de menina de 11 anos é encontrado em lixeira

Sophia Ângelo Veloso da Silva, de 11 anos, estava desaparecida.

  • Por AM POST

  • 28/05/2024 às 17:29

  • Leitura em dois minutos

Foto: Divulgação

O corpo da pequena Sophia Ângelo Veloso da Silva, de 11 anos, foi encontrado nesta terça-feira (28), dentro de uma lixeira na comunidade Guarabu, na Ilha do Governador, Zona Norte da capital fluminense. A menina não era vista desde às 7h da segunda-feira (27), quando saiu de casa a pé para ir à escola no bairro Moneró, também na Ilha do Governador.

Um suspeito, que segundo os pais da criança é irmão da ex-madrasta dela, foi detido. Ele foi encaminhado a delegacia, onde foi ouvido pelos policiais. O caso é investigado na 37ª DP (Ilha)

PUBLICIDADE

Segundo os pais de Sophia, o desaparecimento da menina só foi notado depois das 15h. Para tentar encontrar a filha, eles refizeram o caminho da casa da família até a Escola Municipal Belmiro Medeiros, que fica a 20 minutos a pé de distância.

Em um dos caminhos que Sophia poderia ter feito, os pais encontraram um comércio equipado com câmeras de segurança. Ao verificarem as imagens, eles viram a filha acompanhada de um homem às 7h17, pouco depois dela sair de casa.

Os pais levaram as imagens para a delegacia e registraram um boletim de ocorrência. Eles afirmam que um short usado por Sophia no dia do desaparecimento teria sido encontrado na casa do suspeito.

PUBLICIDADE

Ao ser informado que os policias haviam encontrado o corpo da pequena Sophia, o pai da menina desabafou: “A casa caiu para esse desgraçado. Agora ele vai pagar por tudo que ele fez. Agora ele vai para a cadeia e vai pagar por tudo o que ele fez. Ele ainda está dando sorte porque isso é pouco para o que ele fez. O momento é de ódio total”.

Em relação a ex-mulher, irmã do suspeito, Paulo também comentou que está com “ódio” dela.

PUBLICIDADE

“A Edna (madrasta) pode ser o que for, mas ela sempre foi uma pessoa que deu muito amor para Sophia. Eu estou cheio de ódio dela porque ela encobriu o estupro da filha dela. Era para ele estar preso ou morto, mas ele teve a oportunidade para fazer isso de novo. Ele sentiu confiança que nada ia acontecer com ele. Mas dessa vez a casa caiu. Tá todo mundo revoltado com esse monstro”, afirmou.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

PUBLICIDADE

 

*Redação AM POST

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo traz limitações mas, isto não significa incapacidade. Todos temos alguma habilidade.

- Nay Potarcio

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank