Polícia

Delegado diz que depoimento de Alejandro Valeiko foi bastante esclarecedor

A autoridade policial disse que ainda faltam dois suspeitos serem ouvidos e até o fim desta semana o inquérito será fechado.


Redação AM POST

Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira-dama do município de Manaus, Elisabeth Valeiko, prestou depoimento na tarde desta segunda-feira (7) na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequetros (DEHS), e negou envolvimento no homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, de 42 anos, que foi encontrado morto na tarde da última segunda-feira (30/09) em um terreno no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, horas depois de estar no condomínio Passaredo, no bairro Ponta Negra, na casa de Alejandro.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o Delegado Paulo Martins, ainda não há informações sobre o que motivou o crime mas Alejandro afirmou não ter envolvimento no homicídio e seu depoimento foi esclarecedor.

“O primeiro depoimento dele [Alejandro] foi muito sucinto, agora nós exploramos bem a situação do que ocorreu no dia do fato. Foi bastante esclarecedor o depoimento dele sem dúvida nenhuma”, contou Paulo Martins.

A autoridade policial disse que ainda faltam dois suspeitos serem ouvidos e até o fim desta semana o inquérito será fechado. “Ainda é muito cedo para a gente se posicionar e dizer que o inquérito está encerrado mas eu acredito que até o final de semana nós iremos concluir”, disse.

Continua depois da Publicidade

Segundo a delegada Marília Campello, que também está investigando o caso, o filho da primeira-dama pareceu muito tranquilo no depoimento. Ela também afirmou que surgiu uma segunda versão. “As imagens do condomínio foram restauradas e foi o que nos ajudou a chegar na segunda versão dos fatos”, declarou.