Dois homens condenados pelo crime de estupro de vulnerável são presos em Manaus

As ordens judiciais em nome do idoso e do outro indivíduo foram expedidas, respectivamente, no dia 21 de agosto e no dia 2 de outubro deste ano.


Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), realizou, durante a manhã desta quarta-feira (21/10), uma ação que resultou no cumprimento de dois mandados de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um idoso de 68 anos e de um homem de 32 anos, ambos pelos crimes de estupro de vulnerável. As prisões ocorreram em pontos distintos da zona norte da cidade.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Especializada, o primeiro mandado cumprido, em nome do idoso, ocorreu por volta das 6h, na residência do indivíduo, no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

Continua depois da Publicidade

“O infrator, no ano de 2008, abusava sexualmente da sobrinha dele, que na época tinha apenas 6 anos de idade. Os abusos ocorriam sempre que ele ficava a sós com a criança”, explicou a delegada.

Conforme a titular, o segundo mandado, em nome do homem de 32 anos, foi cumprido por volta das 10h30, em um shopping localizado na zona norte. Ainda segundo a titular, o autor abusava sexualmente da ex-enteada dele, quando ela tinha entre 10 e 14 anos.

”Os abusos iniciaram no ano de 2012 e foram denunciados em 2016. Os atos eram praticados na residência, que na época era da família, no bairro Novo Aleixo”, explicou a titular.

Continua depois da Publicidade

Com informações da autoridade policial, as ordens judiciais em nome do idoso e do outro indivíduo foram expedidas, respectivamente, no dia 21 de agosto e no dia 2 de outubro deste ano, pelo juiz Ian Andrezzo Dutra, da 1ª Vara Especializada em Crimes contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

Procedimentos – O idoso foi condenado a 15 anos e sete meses de prisão, em regime fechado, pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

O homem de 32 anos foi condenado a 20 anos de prisão, em regime fechado, pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da Assessoria de Imprensa