Em Manaus, homem que tentou matar a própria filha e agrediu a esposa afirma ser do grupo Al-Qaeda

A menina foi salva pela mãe que revelou a polícia que o ato foi uma tentativa de sacrifício.

Redação AM POST

Um homem, identificado como Wosigton da Silva Lopes, de 36 anos, que tentou matar a filha e agrediu a mulher, afirmou que o ato foi uma tentativa de sacrifício, já que ele é membro do grupo terrorista Al-Qaeda. O caso ocorreu na residência da família, localizada na Rua A, Conjunto Canaranas, Zona Norte de Manaus. 

Continua depois da Publicidade

De acordo com a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem afirmou que teria tentado sacrificar a própria filha e agredir a mulher por sacrifício ao grupo terrorista Al-Qaeda, pela qual diz que é membro.

No momento do crime, a mãe da criança se meteu na frente da filha para protegê-la dos ataques e acabou sendo agredida.

Wosigton foi detido e visivelmente estava descontrolado, na ocasião, ele informou que estava sob efeito de entorpecentes.

Continua depois da Publicidade

Moradores do local afirmaram que ele é um homem trabalhador e nunca havia cometido algo parecido.

As vítimas foram atendidas pelo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foram encaminhadas para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio e Joãozinho, onde receberam atendimento médico.

Continua depois da Publicidade

Após o atendimento com o médico, elas prestaram depoimento da DEPCA, onde o caso é investigado.