Estudante de jornalismo agredida por policiais afirma que PMs da mesma corporação foram em sua residência

A vítima supõe que a Delegacia da Mulher tenha repassado seu endereço para os policiais.

Redação AM POST

A estudante de jornalismo de 18 anos que foi agredida por dois policiais na última terça-feira (6), relatou que dois policiais militares da mesma corporação foram ontem (8) ao seu apartamento como forma de intimidação.

A vítima afirma que os policiais perguntaram por ela na portaria do prédio é só não entraram porque o porteiro não permitiu.

Continua depois da Publicidade

“Dois policiais da mesma delegacia que os policiais me agrediram, foram no meu apartamento na parte da noite, por volta das 20h e segundo o porteiro, eles queriam esclarecer o assunto comigo e disseram que ‘queriam falar com a ** do *”, relatou.

De acordo com a jovem, ela também recebeu a informação de que haviam policiais a paisana próximo ao seu apartamento.Ela supõe que seu endereço tenha sido fornecido pela Delegacia da Mulher, onde fez o Boletim de Ocorrência (BO) contra os PMs.

“Dois policiais foram na minha casa e eu não sei se realmente foi a delegacia da mulher mas eu só repassei meu endereço pra eles, então eu tenho certeza que foram eles, porque no BO tinha meu endereço, tinha o número e eles podem ter repassado meu endereço”, disse a vítima.

Continua depois da Publicidade

“Eu ainda não tive a oportunidade de ir na delegacia e nem quero mais ir, já que se foi essa falta de respeito comigo eu não tenho mais como ir lá”, completou.

Veja vídeo da agressão:

https://www.instagram.com/p/CGDQgKCjmvx/?utm_source=ig_web_copy_link

Continua depois da Publicidade