Pesquisar por em AM POST

Polícia

‘Festa’ é preso suspeito da morte de sargento da PM em Manaus e turista holandesa na Colômbia

A prisão dele foi realizada em Letícia na Colômbia com apoio de policiais militares que atuam em Tabatinga no Amazonas.

  • Por AM POST

  • 15/09/2023 às 15:54

  • Atualizado em 15/09/2023 às 19:10

  • Leitura em três minutos

blank

“Festa” é suspeito de pelo menos três execuções (Foto: Divulgação)

Claudio Ferreira da Silva, conhecido como “Festa”, foi preso na última quarta-feira (13), em Letícia, na Colômbia. A operação foi conjunta com policiais militares do município de Tabatinga no Amazonas. Ele é acusado de envolvimento na morte do sargento da Polícia Militar Evandro da Silva Ramos, ocorrida em Manaus e da turista holandesa Manon Van de Zande, de 25 anos, na mesma cidade onde ele foi preso.

blank

Suspeito foi preso na Colômbia. Foto: Divulgação

Segundo informações da Polícia Militar, o “Festa” estava com documentos falsos no momento da prisão. Ele é apontado como integrante de uma facção criminosa.

PUBLICIDADE

Morte de holandesa

blank

“Celso da Compensa” era o alvo do ataque. Foto: Divulgação

“Festa” é apontado como um dos envolvidos do crime que aconteceu no dia 16 de junho de 2022, em que uma dupla armada atirou contra o traficante Celso Caldas de Lima, o “Celso da Compensa”, no momento em que ele estava em um restaurante na cidade de Letícia, fronteira entre Brasil e Colômbia. Na ocasião, ele morreu e duas pessoas que estavam com ele ficaram feridas.

A turista holandesa também estava no restaurante e foi atingida por tiros durante o ataque criminoso. Ela ainda foi socorrida, mas morreu em uma unidade hospitalar. O caso teve repercussão internacional.

PUBLICIDADE

“Celso da Compensa”, o alvo do ataque já tinha sido preso anteriormente na Colômbia e foi acusado de mediar relações entre uma facção criminosa que atua no Amazonas e o Clã do Golfo, a uma das maiores organizações criminosas que atua no tráfico na Colômbia. Ele era foragido da Interpol pelos crimes de extorsão, homicídio e tráfico de drogas.

Morte de sargento

PUBLICIDADE
blank

Atiradores estavam disfarçados de frentistas. Foto: Reprodução

Cláudio, o “Festa” também era foragido da Justiça do Amazonas, por suspeita de envolvimento na morte do sargento da reserva da Polícia Militar Evandro da Silva Ramos. O crime aconteceu no dia 22 de janeiro deste 2021, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. A vítima foi abordada por dois homens em uma motocicleta na porta de casa.

Ele estava sendo procurado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Quatro pessoas envolvidas no caso já foram condenadas pela Justiça, são elas: John Lenon Silva Costa e Vicente Henrique Marculino Pimentel, o “Lágrima” que foram condenados a 20 anos de reclusão, e  Alexandre Borges de Oliveira e Thayssa Ramos Costa, neta da vítima, condenados a 13 anos e 4 meses de reclusão.

PUBLICIDADE
blank

A neta do sargento foi condenada por planejar a execução dele. Foto: Divulgação

A investigação apontou que a neta da vítima planejou o crime para ficar com o patrimônio do sargento.

“Lágrima”, um dos envolvidos no crime apontou “Festa” como o responsável por efetuar o disparo que causou a morte do sargento.

Cláudio foi encaminhado à uma Delegacia de Polícia na Colômbia e deve permanecer à disposição da Justiça.

Suyanne Lima – Redação AM POST

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank