Flanelinha é preso por perseguir e tentar estuprar mulher

O flanelinha foi preso, e já tinha sido denunciado anteriormente por outra mulher por mostrar o órgão genital.

Redação AM POST
Uma mulher de 29 anos, que não teve a identidade revelada, denunciou um vigia de carros que cobrou sexo como pagamento dos seus serviços em Brasília, no Distrito Federal.

De acordo com informações da Polícia Civil o homem estava perseguindo a vítima há um mês, mas recentemente teria se tornado mais obsessivo.

Continua depois da Publicidade

Ainda segundo a polícia, o flanelinha foi preso, e já tinha sido denunciado anteriormente por outra mulher por mostrar o órgão genital. Ele também responde um processo na Justiça por ameaça.

Comerciantes da região afirmaram que o flanelinha tem problemas mentais, toma remédios controlados e recebe apoio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e afirmaram que o suspeito tem que ser “tratado e não preso”.