Polícia

Homem condenado é preso após assaltar drogaria 3 vezes em um mês, em Manaus

Bruno foi condenado a 15 de prisão por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.


Redação AM POST

Bruno Machado Araújo, conhecido como “Padeirinho”, foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (19), após cometer uma série de assaltos contra uma mesma drogaria no bairro Santo Agostinho, na Zona Oeste.

Continua depois da Publicidade

O homem já era procurado por um homicídio cometido em 2007, pelo qual foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado.

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da unidade policial, o cumprimento da decisão judicial foi possível em virtude de investigação, que vinha sendo realizada pelas equipes do 19° DIP, para apurar uma série de roubos praticados contra uma drogaria localizada no bairro Santo Agostinho, zona oeste.

“A vítima compareceu à delegacia para denunciar o delito e trouxe imagens das câmeras de segurança do comércio para materialidade do fato. Nas mídias, o indivíduo aparecia realizando o roubo, entre os dias 21 de março, 4 e 9 de abril deste ano. Identificamos o infrator e verificamos que tinha mandado de prisão aberto em seu nome, pelo crime de homicídio”, relatou o titular.

Continua depois da Publicidade

Prisão e ordem judicial

Aldeney relatou que Bruno estava sendo monitorado pelos policiais, tendo em vista que ele era foragido da justiça. Na data de ontem (19/04), as equipes se deslocaram até a possível localidade dele, no bairro Tarumã, naquela mesma zona, momento em que lograram êxito em sua prisão.

Continua depois da Publicidade

O mandado de prisão foi expedido no dia 30 de agosto de 2019, pelo juiz Mateus Guedes Rios, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Registro de ocorrência

Continua depois da Publicidade

O delegado enfatizou ainda que, caso alguém tenha sido vítima de um dos roubos praticados por Bruno, a orientação é comparecer ao 19º DIP, localizado na avenida do Turismo, bairro Tarumã, zona oeste, ou comunicar ao 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Procedimentos

Bruno foi condenado a 15 de prisão por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.