Polícia

Homem é preso durante operação de combate à pirataria de combustível e carga no interior do AM

Após inspeção, foi constatado que haviam 9.550 litros de óleo diesel no referido barco, sendo transportados de forma irregular.


Redação AM POST

Com o objetivo de reforçar o combate aos crimes ocorridos no interior do estado, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), deflagrou a Operação Madeira, contra a pirataria de combustível e carga. A ação teve início no dia 18 de julho e se estendeu até esta segunda-feira (25/07), resultando na prisão de um indivíduo e na apreensão de armas de fogo, munições, dinheiro em espécie e combustível irregular, nas proximidades de Nova Olinda do Norte (a 126 quilômetros de Manaus).

Continua depois da Publicidade

A ação policial teve o apoio do General Carlos Alberto Mansur, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core-AM), Delegacia Fluvial (Deflu), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e 47ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

Segundo o delegado Guilherme Torres, diretor do DPI, a Polícia Civil intensificou as ações na calha dos rios do Estado, com o objetivo de combater os crimes ocorridos nessas regiões. A autoridade policial relatou que, durante a Operação Madeira, os policiais realizaram diversas incursões e abordagens em embarcações pelo Rio Madeira, passando por municípios como Borba (a 151 quilômetros da capital) e Nova Olinda do Norte (a 135 quilômetros de Manaus).

“Na sexta-feira (22/07), nas proximidades de Nova Olinda, as equipes avistaram uma embarcação em condições precárias de nome Almirante Bruno, que estava transportando combustível, foi realizada a abordagem e, solicitado ao comandante identificado como Mateus Ferreira da Silva, os documentos do barco e a Licença Estadual de Operação, bem como as notas fiscais do combustível transportado, porém, ele não possuía”, explicou Torres.

Continua depois da Publicidade

Apreensões

Na sequência, os policiais realizaram uma revista minuciosa no barco, ocasião em que localizaram na cabine do comandante, três armas de fogo, sendo uma pistola 58 HC, um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 16; 31 munições calibre 16, 26 munições calibre 380 e 10 munições calibre 38; um rádio comunicador, uma balança de precisão e R$ 2,3 mil em espécie.

Continua depois da Publicidade

Conforme o delegado, o indivíduo, o material apreendido e a embarcação foram deslocadas para o porto daquele município e, posteriormente, para a delegacia local para a realização dos procedimentos. Após inspeção, foi constatado que haviam 9.550 litros de óleo diesel no referido barco, sendo transportados de forma irregular.

Guilherme Torres destaca que o resultado dessa ação é satisfatório, pois as equipes policiais estão sempre empenhadas para o combate desses crimes nessas regiões mais afastadas. “A Polícia Civil atua de forma recorrente nos rios do Estado, e isso reflete nas grandes operações que tiram de circulação entorpecentes e organizações criminosas”, enfatizou.

Continua depois da Publicidade

Denúncias

As pessoas que tiverem conhecimento sobre pirataria envolvendo combustível e cargas, bem como outros crimes no interior do Amazonas, devem entrar em contato pelo número 181, disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). “A identidade do informante será mantida em sigilo”, afirmou o diretor do DPI.

Procedimentos

Mateus foi conduzido à sede da 47ª DIP, onde foi autuado em flagrante por porte irregular de arma de fogo e munição, por crime ambiental e crime de ordem tributária. Ele ficará sob custódia na carceragem da unidade policial, à disposição da Justiça.