Polícia

Homem que espancou procuradora é suspenso e tem salário cortado

Ele disse à Polícia Civil que agrediu a procuradora porque sofreu “assédio moral” no local de trabalho.


Redação AM POST

O procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, que espancou a procuradora-geral de Registro, no interior de São Paulo, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39, foi afastado do cargo nesta quarta-feira (22) e teve o salário suspenso. A informação consta no Diário Oficial do Município.

Continua depois da Publicidade

Segundo o G1, o processo administrativo aberto contra o agressor deve resultar na exoneração do servidor público. “É necessário seguir essa etapa e os tramites legais para que a decisão seja tomada de maneira consistente”, esclareceu a prefeitura.

Demétrius Oliveira Macedo disse à Polícia Civil que agrediu a mulher porque sofreu “assédio moral” no local de trabalho. A ação foi filmada por outra funcionária e mostra o procurador desferindo socos e chutando a colega.

Depois de depor, o homem foi liberado porque o delegado responsável pelo caso considerou que “não havia uma situação de flagrante”.

Continua depois da Publicidade