Pesquisar por em AM POST

Polícia

Homem que invadiu casa e matou desafeto é condenado a 12 anos de prisão em Manaus

O crime, praticado com uso de arma de fogo, foi registrado no bairro de São Jorge e vitimou Heraldo Oliveira da Costa.

  • Por AM POST

  • 20/10/2023 às 06:24

  • Atualizado em 20/10/2023 às 09:43

  • Leitura em 1 minuto

Foto: Foto: Raphael Alves

Homem invadiu casa e matou em manaus -Foto: Foto: Raphael Alves

Notícias policiais- Alciberto Tabosa dos Reis Júnior virou réu na última semana pela morte de Heraldo Oliveira da Costa. De acordo com a sentença da 2.ª Vara do Tribunal do Júri da comarca de Manaus, ele foi julgado a 12 anos de prisão, que deverão ser cumpridos, inicialmente, em regime fechado. O crime aconteceu no bairro São Jorge, na Zona Oeste, e praticado com uso de arma de fogo.

Descubra as últimas notícias policiais

O julgamento foi presidido pelo juiz Lucas Couto Bezerra, com o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM) sendo representado pela promotora de Justiça Lilian Nara Pinheiro de Almeida.

PUBLICIDADE

Na sessão, após a instrução, foram procedidos os debates, nos quais a acusação pugnou pela condenação do acusado por homicídio doloso qualificado por ter sido cometido por motivo fútil e por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

A defesa, por sua vez, pugnou pela absolvição do acusado por legítima defesa de terceiro e inexigibilidade de conduta diversa. Subsidiariamente, pediu a desclassificação do crime para lesão corporal seguida de morte, bem como pediu a retirada das duas qualificadoras.


O crime

PUBLICIDADE

Segundo o inquérito policial, David Marinho e Alciberto Tabosa dos Reis Júnior invadiram uma residência e, depois de uma briga com uma das moradoras, Alciberto teria atirado contra a cabeça da vítima, levando-a a óbito.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank