Homem que matou jovem na frente da esposa e da filha é preso no Amazonas

Durante a ação policial, o indivíduo foi flagranteado com 80 pedras de oxi, que seriam para comercialização, e R$ 924 em espécie.

Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru (distante 68 quilômetros de Manaus), prendeu em flagrante, na última sexta-feira (18/06), por volta das 17h, Reginaldo Pereira dos Santos Júnior, de 26 anos, conhecido como “Juju”, pelo homicídio de Willian Pires Alves, que tinha 22 anos, ocorrido na última quinta-feira (17/06), por volta das 15h, naquele município, na frente da esposa e filha da vítima.

Continua depois da Publicidade

A prisão do indivíduo ocorreu na rua Borba, no bairro da União. Durante a ação policial, o indivíduo foi flagranteado com 80 pedras de oxi, que seriam para comercialização, e R$ 924 em espécie. Na ocasião, também foi apreendido um adolescente de 17 anos, que estava na companhia de Reginaldo e tinha em posse dele outras 16 trouxinhas de cocaína.

O delegado Rodrigo Torres, titular da DIP, contou que as diligências em torno do homicídio de William iniciaram logo após o crime ser cometido e, desde então, as buscas aconteceram de forma ininterrupta em busca do autor do crime.

“Iniciamos as investigações e conseguimos identificar Reginaldo como autor do homicídio. Sendo assim, saímos à procura do indivíduo pela cidade e conseguimos localizá-lo em um beco, no bairro da União, na companhia de um adolescente. Eles ainda tentaram fugir do local, mas conseguimos capturá-los”, informou Torres.

Continua depois da Publicidade

Conforme a autoridade policial, ao revistarem os indivíduos, os policiais encontraram com Reginaldo cerca de 80 trouxinhas de oxi, que já estavam fragmentadas e prontas para serem comercializadas, além de R$ 924 em espécie, provenientes da venda do material ilícito. Já com o adolescente, foram encontradas 16 trouxinhas de cocaína e uma balança de precisão.

“O Reginaldo, que é o autor do homicídio, já respondia pelos crimes de por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e homicídio”, relatou o delegado.

Continua depois da Publicidade

Encaminhado à unidade policial, Reginaldo foi autuado por homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Já o adolescente, irá responder pelo ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos trâmites cabíveis, os dois permanecerão na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.

Continua depois da Publicidade