Polícia

Homens mataram diretor de escola dentro de motel em Manaus para roubar R$ 250 e um celular, afima polícia

O caso foi concluído como latrocínio (roubo seguido de morte).


Redação AM POST

Maurício da Silva Cruz, de 18 anos, preso nesta quinta-feira (28), suspeito de matar o professor da Semed, Mário Nunes de Moraes, teria cometido o crime para roubar R$ 250 e o celular da vítima. O caso foi concluído como latrocínio (roubo seguido de morte).

Continua depois da Publicidade

De acordo com a polícia, dois homens são responsáveis pelo crime, um deles menor de idade.

Na ocasião, Mário e os assassinos se conheceram na noite anterior ao crime enquanto bebiam em um bar no bairro. O professor os convidou para ir ao motel e lá continuaram bebendo.

Em um determinado momento, Mário chegou a sair do estabelecimento para sacar dinheiro no caixa 24h de posto de combustíveis e estava acompanhado do menor.

Continua depois da Publicidade

Foi ali que o criminoso teve a ideia de roubar a vítima, mas preferiu retornar ao motel e compartilhar o plano com o Maurício que havia ficado lá.

“A partir do momento em que ele sai com o professor para sacar dinheiro, ele fica de olho na quantia e enquanto o professor está tomando banho, os dois resolvem então que vão tomar esse dinheiro. Eles combinam que quando a vítima voltar do banheiro, eles dariam um golpe mata-leão”, destaca a delegada Débora Marreiros.

Continua depois da Publicidade

Após a execução do plano, Mário ainda acordou, momento em que travou luta corporal com os suspeitos e acabou morrendo.

“Deram esse mata-leão, desacordaram a vítima, mas quando estavam levando os pertences, a vítima acorda e entra em luta corporal, o que resulta na morte do professor”, disse Débora.

Continua depois da Publicidade

No momento da fuga, os meliantes fugiram pulando o muro do estabelecimento, mas foram flagrados por câmeras de segurança.

Ainda assim, eles levaram os dinheiro, o celular e cartões de banco de Mário, mas os investigadores ainda apuram se os criminosos conseguiram sacar algo

A dupla deve responder por latrocínio.