Polícia

Jovem é preso por torturar e matar rival no Amazonas

Conforme a polícia, a razão do crime seria uma rixa entre organizações criminosas.


Redação AM POST

Policiais civis da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), com apoio do Posto de Policiamento Integrado (PPI), do Distrito de Cacau Pirêra, cumpriram o mandado de prisão preventiva, na manhã desta quarta-feira (27/07), às 8h, em nome de Jamerson Brito Reis, 19, pelo homicídio de Frank Stibens Yanez Tablante, que tinha 20 anos.

Continua depois da Publicidade

O delegado Raul Augusto, titular da 31ª DIP, afirmou que o crime ocorreu no dia 24 de outubro de 2021, no bairro Parque Caboclo, naquele município, e, na ocasião, a vítima foi encontrada, sem vida, amarrada no ramal do Chico Doido.

“No corpo de Frank havia vários sinais de tortura. Os pés e as mãos do jovem estavam amarrados e com várias marcas de tiros pelo corpo”, explicou.

O titular disse que, ao tomar conhecimento da ação criminosa, de imediato, as equipes iniciaram as investigações para apurar a autoria do fato, bem como, a motivação.

Continua depois da Publicidade

“Durante os trabalhos investigativos, tivemos ciência que Jamerson seria o autor do homicídio e que a razão do fato seria uma rixa entre organizações criminosas. Então, iniciamos as diligências e tivemos ciência sobre o seu paradeiro. Nos deslocamos à rua 5, bairro Nova Veneza, onde ele supostamente estaria e logramos êxito em sua prisão”, falou.

Jamerson responderá homicídio e ficará à disposição da Justiça.

Continua depois da Publicidade