Líder de facção que havia fugido do HPS João Lúcio morre em confronto com a polícia

Ele foi atingido com um tiro de fuzil no tórax.

Redação AM POST

Um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), Manoel Junio Monteiro Bastos, de 27 anos, que havia fugido, no dia 6 de outubro deste ano, do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio onde fazia tratamento contra um tumor na cabeça, acabou morrendo na noite dessa terça-feira (24) após levar um tiro de fuzil durante confronto com a polícia.

Continua depois da Publicidade

De acordo com informações repassadas pelos militares, Manoel era interno do Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT), e também era considerado de alta periculosidade, já que sua ficha criminal era extensa por delitos como roubo e homicídio.

Na tarde de ontem (24), o foragido foi surpreendido pelos policiais no Conjunto Vila Marinha, do bairro Compensa 3 (zona oeste), e tentou confronta-los atirando, na ação, ele foi atingido no tórax, chegou a ser socorrido pelos PMS e levado ao HPS 28 de Agosto, mas não resistiu e morreu na unidade.

Com ele foi apreendido uma pistola Tauros 40, cinco munições e uma pistola calibre nove milímetros com sete munições.

Continua depois da Publicidade