Polícia

Mãe faz parto em casa, estrangula o próprio filho e joga corpo no lixo

Ela revelou que não queria o filho e que escondeu a gravidez de todos.

Redação AM POST*

Uma mulher de 41 anos foi autuada pela Polícia Civil, nesta segunda-feira (11), por matar o próprio filho após o parto e jogar o corpo no lixo. O caso ocorreu na Vila Telebrasília, no Distrito Federal.

Continua depois da Publicidade

De acordo com a polícia, após o nascimento da criança, em casa, a mãe arrancou o cordão umbilical com as mãos, matou a criança estrangulada no banheiro e jogou o corpo no lixo. Em seguida, ela começou a passar mal, por conta de uma hemorragia.

Uma filha da investigada, de 21 anos, chamou o Corpo de Bombeiros que levou a mulher para o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib). No local, a mulher confessou o crime para os médicos, que acionaram a polícia. Ela falou também que não queria o filho e que escondeu a gravidez de todos.

Segundo o delegado Maurício Iacozzilli, da 1ª DP, responsável pela investigação, ela será submetida a um exame psiquiátrico no Instituto Médico Legal (IML) assim que tiver alta.

Continua depois da Publicidade

“Ela alegou que a criança nasceu com vida e que a asfixiou, com as próprias mãos, após dar à luz a ela no banheiro”, disse o delegado.

Ela deve responder por infanticídio, crime que ocorre quando a mãe provoca a morte da criança logo após o parto ou durante o estado de puerpério. A pena vai de 2 a 6 anos. Já para o crime de homicídio, a pena é maior, vai de 6 a 20 anos.

Continua depois da Publicidade

*Com informações do G1