Polícia

MC Irak faz homem de escudo humano e os dois morrem a tiros

A Polícia Civil não informou se as vítimas foram baleadas durante um assalto ou se foram executadas.

Redação AM POST

Ewerton Matheus da Silva, mais conhecido como MC Irak, e o soldador Cristiano da Silva, de 30 anos, foram mortos a tiros na tarde deste domingo (2), em um condomínio na cidade de Cabo de Santo Agostinho (PE), na região metropolitana do Recife.

Continua depois da Publicidade

Segundo testemunhas, homens chegaram ao local atirando e o MC Irak fez Cristiano de “escudo humano”. “Segundo informes da população, Ewerton utilizou Cristiano como escudo humano para evitar sua execução, levando ambos a morte”, afirmou o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) em relatório.

Ewerton, o MC Irak, morreu no local. Cristiano foi socorrido e levado à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Cohab, mas não resistiu. O caso foi registrado pelo delegado Sérgio Ricardo.

A Polícia Civil não informou se as vítimas foram baleadas durante um assalto ou se foram executadas. “As investigações foram iniciadas e seguem até o esclarecimento do fato”, afirmou, por meio de nota.

Continua depois da Publicidade

*Com informações do G1