Polícia

Morte de sargento foi motivada por descoberta de caso extraconjugal com esposa do dono do supermercado Vitória em Manaus

Segundo a polícia, o empresário descobriu por meio de mensagens de celular que a esposa o traia e ainda dava dinheiro ao amante.

Redação AM POST

O empresário, Joabson Agostinho Gomes, dono da Rede de Supermercados Vitória, é apontado pela Polícia Civil como o mandante do assassinato do sargento do Exército, Lucas Ramon Silva Guimarães, 29 anos, ocorrido no dia 1º de setembro deste ano após descobrir que a esposa dele Jordana Azevedo Freire, tinha um caso com o militar.

Continua depois da Publicidade

Segundo a delegada Marna de Miranda, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o empresário descobriu por meio de mensagens de celular que a esposa o traia com Lucas e ainda dava dinheiro a ele. Conforme a polícia, Joabson confrontou e passou a ameaçar o militar que chegou a devolver a quantia de R$ 200 mil que foi pego por um funcionário do Vitória no Batalhão do Exército onde Lucas trabalhava.

Ainda segundo a polícia, a viúva do militar, Elza Gonçalves, filha do dono do Hospital Santa Julia, contou em depoimento que viu Lucas com envelopes com a logo do supermercado em casa com grandes quantia em dinheiro.

De acordo com a delegada após a descoberta de traição, Joabson Agostinho, agrediu fisicamente Jordana Freire, mas ela não registrou Boletim de Ocorrência apenas relatou o caso a irmã e a mãe. Conforme a autoridade policial a mulher sabia que Lucas iria morrer e se manteve em silêncio, por isso, é apontada como envolvida no crime.

Continua depois da Publicidade

O casal está foragido e é procurado pela Polícia Civil do Amazonas que deflagrou na manhã desta terça-feira (21) operação que investiga o assassinato do sargento.

O crime
Segundo a polícia, Lucas passou a ser vítima de ameaças, comprou uma arma de fogo e contratou serviço de segurança privada. Porém, no dia 1° de setembro, ele foi executado a tiros dentro de seu estabelecimento, situado na avenida Ayrão, bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus. As câmeras do local registraram o momento do crime.

Continua depois da Publicidade

Lucas foi atingido na cabeça e ainda chegou a ser levada a um hospital particular, localizado ao lado do estabelecimento comercial, mas não resistiu aos ferimentos. Após o crime, o pistoleiro que estava em uma moto fugiu.