Polícia

‘Não gostar de mim tudo bem, mas ser apaixonado pelo Lula?’, diz Bolsonaro

Presidente criticou apoiadores do petista.

Neste sábado (24), em conversa com apoiadores em Brasília acerca das eleições, o presidente Jair Bolsonaro voltou a apontar que anulação das condenações impostas ao ex-presidente Lula são parte de um suposto plano para colocá-lo no Planalto.

– Vocês acham que alguém ia tirar um bandido da cadeia, ia torná-lo elegível, para não ser presidente, na fraude? Não tem que raciocinar, é isso. Geralmente quem frauda é quem está no governo, eu estou dando a chance para ele ganhar no primeiro turno com voto impresso. Ele é o primeiro a ser contra – disse Bolsonaro.

Continua depois da Publicidade

O chefe do Executivo referiu-se também às críticas que recebe, analisando que, pior do que não gostar dele é ser “apaixonado” pelo petista.

– O cara não gostar de mim tudo bem, mas ser apaixonado pelo Lula? Desvios, roubalheira em tudo quanto é lugar. Um milagre eu estar aqui; dois: a vida e a eleição. E um terceiro, permanecer na cadeira. O que muita gente quer é o poder, a volta da impunidade e da corrupção. Será que não conseguem enxergar isso? […] Querem me criticar, critiquem, até gente que se diz de direita, né? Tudo bem, se eu sair fora, você vai ficar com quem em 2022? – completou o presidente.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade