Polícia

“Novas prisões devem ocorrer a qualquer instante”, diz superintendente da PF sobre caso de desparecidos no AM

Polícia Federal encontrou corpos em área indicada por suspeitos no Amazonas.


Redação AM POST

O superintendente da Polícia Federal (PF) no Amazonas, Alexandre Fontes, afirmou na noite desta quarta-feira (15), em uma entrevista à imprensa, que novas prisões devem acontecem sobre o caso do desparecimento e assassinato do indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips.

Continua depois da Publicidade

“Novas prisões devem ocorrer a qualquer instante, em que todas as forças estão unidas”, afirmou o Eduardo Pontes durante a coletiva.

Segundo ele, Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como “Pelado”, preso pelo crime, confessou ter assassinado o indigenista e o jornalista. Ele fez a confissão na noite de terça (14), quando narrou em detalhes o crime. Durante o dia de hoje, ele foi levado até onde o local onde enterrou os corpos e afundou a embarcação que era usada.

O restos mortais foram achados cerca de 3,1 km de distância de onde itens pessoais do indigenista e do jornalista, como cartão de saúde e notebook, haviam sido encontrados dias atrás.

Continua depois da Publicidade