Onda de ataques em Manaus foi ordenada por Mano Kaio direto do RJ, diz Polícia

O narcotraficante estaria escondido em uma comunidade no Rio de Janeiro, de onde coordena as ações da facção Comando Vermelho no Amazonas.

Redação AM POST

Investigação da Polícia Civil aponta que onda de ataques ocorrida entre os dias 5 e 8 de junho no Amazonas foi ordenada pelo narcotraficante Kaio Wellington Cardoso dos Santos, o Mano Kaio, de 25 anos, que estaria escondido em uma comunidade no Rio de Janeiro, de onde coordena as ações da facção Comando Vermelho no Amazonas.

Continua depois da Publicidade

O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), deflagrou, nas primeiras horas desta sexta-feira (18/06), a operação “Coalizão do Bem”, para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra chefes da organização criminosa.

A investigação acontece há cerca de um ano no Rio de Janeiro com foco na lavagem de dinheiro do tráfico de drogas. Foram identificadas pessoas da organização criminosa do Rio de Janeiro fazendo depósito de quantias altas. O valor está estimado em R$ 129 milhões, no Amazonas, Rio e São Paulo. Existe uma ordem judicial de bloqueio desse valor.