Pai e filho são presos por matar homem a facadas no município de Juruá

A vítima estaria embriagada e provocando as pessoas na rua.

Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Juruá (distante 674 quilômetros em linha reta da capital), com apoio da Polícia Militar do Amazonas (PC-AM), prendeu Mazinho Ferreira da Silva, 45, no último sábado (03/10), e Mazinho Ferreira da Silva Júnior, 18, neste domingo (04/10), ambos acusados pelo crime de homicídio qualificado que teve como vítima Maykon de Souza, 24. O homicídio ocorreu na Rua Conceição Litaiff, bairro São Francisco, naquele município.

Segundo o investigador Kedson Lira, gestor da 70ª DIP, por volta das 21h, do último sábado, a equipe de polícia recebeu a informação, por meio de populares, sobre um homicídio ocorrido no endereço acima mencionado.

Continua depois da Publicidade

A vítima estaria embriagada e provocando as pessoas na rua. Mazinho teria passado no local e o homem o chamou pra brigar. O acusado foi até sua casa, na mesma rua do crime, pegou uma faca, informou ao filho a situação e juntos foram ao encontro de Maykon, que acabou levando inúmeras facadas pelo corpo.

O investigador informou, ainda, que as equipes das Polícias Civil e Militar foram até o endereço, identificaram a veracidade dos fatos e se dirigiram a casa dos acusados. As equipes conseguiram prender Mazinho no local, porém, Mazinho Júnior acabou fugindo da residência.

De acordo com Kedson, durante toda a noite do sábado e parte do domingo, as equipes policiais seguiram pistas e descobriram o paradeiro de Mazinho Júnior.

Continua depois da Publicidade

“Conseguimos a informação de que Mazinho Júnior fez farinha uma vez na região em que foi visto. Como o local é de difícil acesso, cerca de 15 quilômetros distante do município, levamos um guia conosco que conhece bem a região. Na casa de farinha, encontramos o jovem por volta de 20h, de domingo. Realizamos a prisão em flagrante e o levamos para a cidade”, relatou o investigador.

Procedimentos – Os dois indivíduos foram presos pelo crime de homicídio qualificado. Após os trâmites cabíveis, eles ficarão presos na delegacia do município à disposição da Justiça.

* Com informações da Assessoria de Imprensa

Continua depois da Publicidade