Polícia

PF nega ter encontrado corpos de Dom Philips e Bruno Pereira

A informação de que os desaparecidos haviam sido encontrados mortos, foi confirmada pela esposa do jornalista.


Redação AM POST

A Polícia Federal (PF) negou, na manhã desta segunda-feira (13/6), que os corpos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips tenham sido encontrados pelas equipes de buscas no Amazonas. De acordo com o jornalista André Trigueiro, Alessandra Sampaio, esposa de Dom Phillips, lhe informou que as equipes de buscas teriam localizado os cadáveres dos dois homens.

Continua depois da Publicidade

A confirmação das mortes também foi divulgada pela embaixada britânica.

Em nota a PF informou que caso haja realmente o encontro dos corpos, a família e a imprensa será informada.

“O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/AM, informa que, não procedem as informações que estão sendo divulgadas a respeito de terem sido encontrados os corpos do Sr. Bruno Pereira e do Sr. Dom Phillips. Conforme já divulgado, foram encontrados materiais biológicos que estão sendo periciados e os pertences pessoais dos desaparecidos. Tão logo haja o encontro, a família e os veículos de comunicação serão imediatamente informados”, informaram.

Continua depois da Publicidade

Por volta das 10h (no horário de Brasília), a União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) também veio a público informar, pelas redes socais que “não é verdadeira a informação de que foram encontrados corpos na área da busca”. Acabamos de confirmar com nossa equipe em campo”, disse a organização.

Dom Phillips e Bruno Pereira desapareceram em 5 de junho, na região do Vale do Javari, no Amazonas. Ambos faziam pesquisa para um livro no qual Dom trabalhava. Ele é colaborador do jornal britânico The Guardian e tem experiência na cobertura da região.

Continua depois da Publicidade