Polícia

Polícia apreende carga com 12 mil litros de combustível transportada de forma irregular no Amazonas

Doze mil litros de combustível sem documentação saíram de Urucará e chegariam a Parintins.


Redação AM POST

A integração das forças de segurança na Operação Hórus/Vigia, contra o crime organizado nas divisas do estado do Amazonas, apreendeu, na manhã de sexta-feira (17/06), uma embarcação por transporte irregular de combustíveis. Na ação foi também apreendido material encontrado em posto flutuante que vendia combustível sem licença ambiental no Paraná do Albano, comunidade Lírio do Vale, na zona rural do município de Urucará (a 261 quilômetros da capital).

Continua depois da Publicidade

A ocorrência foi registrada durante patrulhamento no rio Amazonas. Durante abordagem à embarcação tanque, que estava atracada em uma casa flutuante, verificou-se uma carga de combustível (óleo diesel e gasolina) pronta para comercialização.

Foi solicitada a licença e/ou autorização do órgão ambiental competente para o transporte e comercialização de produtos perigosos ao responsável, que informou não ter nenhum tipo de licença ambiental.

Ao todo, foram apreendidos 7 mil litros de óleo diesel; 5 mil litros de gasolina; uma embarcação tipo tanque medindo 17×4,70m com capacidade para 30 mil litros de combustível; dois medidores volumétrico de combustível; 10 recipientes plásticos tipo container IBC protegidos por estrutura metálica; um motor bomba marca Honda; 39 recipientes plásticos tipo bombona de 50 litros; e quatro recipientes plásticos tipo bombona de 200 litros.

Continua depois da Publicidade

Diante dos fatos, o proprietário, juntamente com a embarcação, foram conduzidos ao município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), onde o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) realizou os procedimentos administrativos e, posteriormente, o responsável foi apresentado na 3° Delegacia Interativa de (DIP).

Programa Vigia – Operação Hórus
Dentro das prioridades de combate ao crime organizado, crimes violentos e corrupção, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) fortaleceu a atuação integrada com outros órgãos de Segurança Pública para impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país.

Continua depois da Publicidade

Coordenado pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), o trabalho tem dado resultados expressivos.

A ação conta com o efetivo de todo o sistema de Segurança Pública do Amazonas e atua nas divisas, fronteiras e rodovias estaduais, além de atuar diretamente na Base Arpão, localizada no município de Coari, e na cidade Tabatinga, que faz fronteira entre o Brasil, Colômbia e Peru, reprimindo a rota do tráfico.

Continua depois da Publicidade

Denúncias
A Polícia Militar orienta à população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de ações criminosas, por meio do disque-denúncia 181, ou do 190.