Pesquisar por em AM POST

Polícia

Polícia Federal investiga participação de outros envolvidos no tráfico de órgãos humanos em Manaus

Professor da UEA é suspeito de ter enviado uma mão e três placentas de Manaus para Singapura, na Ásia.

  • Por AM POST

  • 23/02/2022 às 10:47

  • Atualizado em 23/02/2022 às 18:16

  • Leitura em 1 minuto

Redação AM POST

O estilista indonésio Arnold Putra é suspeito de ser o receptor de uma mão e três placentas destinadas de Manaus para Singapura, na Ásia. O caso é investigado pela Polícia Federal como tráfico internacional de órgãos humanos e o professor de anatomia concursado da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Helder Bindá Pimenta, é suspeito de ter enviado o material e usado a estrutura da UEA para cometer o crime, conforme investigação.

PUBLICIDADE

Após deflagrar a Operação Plastina, o objetivo agora da PF é identificar, por meio dos materiais recolhidos, se há participação de outras pessoas no tráfico, além de identificar a origem dos órgãos.

“Os mandados visam investigar a participação de outros possíveis envolvidos, além da origem desse material, de onde que partiu”, disse o delegado da Polícia Federal, Igor Barros, em entrevista a uma emissora local.

Em nota à imprensa, a UEA informou que abriu uma sindicância para a apuração do caso e decretou o afastamento cautelar por 30 (trinta) dias de Helder Bindá Pimenta que atuava na Escola Superior de Ciências de Saúde da Universidade.

PUBLICIDADE

Se condenado, o professor poderá responder, na medida de sua responsabilidade, pelo crime de tráfico internacional de órgãos humanos, com pena de até 8 anos de reclusão.

“A pena estabelecida é de até 8 anos. No entanto, se verificarmos outras pessoas envolvidas, podemos capitular por meio de associação criminosa. Ou se verificarmos que é uma pratica rotineira, a questão de venda e compra de materiais humanos, ou até mesmo uma organização criminosa, poderá haver uma alteração, mas ainda está em fase de investigação”, completou o delegado.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank