Polícia

Polícia prende 10 envolvidos no fuzilamento de viatura em Manaus

O grupo foi detido durante deflagração da “Operação Esparta”.


Redação AM POST

A Polícia Civil do Amazonas, prendeu na manhã desta segunda-feira (20), 10 criminosos envolvidos no atentado em que presos, que estavam indo para uma audiência de custódia, foram fuzilados dentro de uma viatura da PC em janeiro deste ano, em frente ao Fórum Ministro Henoch Reis, situado no bairro Aleixo, Zona Sul da capital. O grupo foi detido durante deflagração da “Operação Esparta”.

Continua depois da Publicidade

Os atuantes do grupo criminoso foram identificados como Eliandra da Silva Souza; Gennesson Wesley Margarido Pinto, conhecido como “Picolé”; Eramo de Lima Cordovil Junior; Rafael de Miranda Queiroz, conhecido como “Bananinha”; Lucas Pimentel Silva conhecido como “Lukinha”; Thiago Xavier da Silva, conhecido como “Belo”; Pedro Henrique Freitas Gonçalves, conhecido como “PH”; Luiz Gustavo Ferreira dos Santos, conhecido como “Patinhas”; Paulo Xelen Ramos Xaud, conhecido como “Cara de Frango”; e Level de Freitas Vilhena.

Os presos eram Matheus Danilo Barros Dias, 24, Patrick Regis de Sena, 28, e Antônio Marlon Silva dos Santos, 48, que haviam sido presos no dia anterior (05/01) por tráfico de drogas, porte ilegal e disparos de arma de fogo contra policiais. O confronto ocorreu durante uma incursão na área do igarapé do Mestre Chico, no bairro Praça 14 de Janeiro, onde foram flagrados tentando executar membros de uma facção rival. O trio ainda tentou fugir, mas acabou sendo capturado e apresentado no 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), de onde saiu direto para a audiência de custódia no Fórum.

Segundo a polícia, o atentado teria sido planejado por integrantes de facção rival, em retaliação ao ataque que o trio havia planejado no dia anterior.

Continua depois da Publicidade