Polícia

Polícia prende mulher que acionou ‘tribunal do crime’ para castigar idoso que morreu após linchamento em Manaus

Segundo a DEHS, ela teria alegado que o homem havia abusado da sua filha de 10 anos, porém, não há evidências que comprovem o delito.


Redação AM POST*

Denira Silva da Costa, 36, foi presa manhã desta sexta-feira (29/07) no bairro Crespo, zona sul de Manaus por envolvimento no homicídio qualificado de Valter Marques Cruz, aos 60 anos.

Continua depois da Publicidade

Segundo a delegada Deborah Barreiros, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o crime ocorreu no dia 5 de março deste ano, no bairro Mauazinho, zona leste, após Denira acionar quatro integrantes do tribunal do crime, para acertar as contas com Valter, que supostamente havia abusado sexualmente da sua filha de 10 anos.

Na ocasião, o idoso foi socorrido e levado ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, mas não resistiu e foi a óbito no dia seguinte.

Durante diligências policiais, Daniel Ferreira e Samuel Braga foram presos nos dias 18 e 15 deste mês, em suas respectivas casas, no mesmo bairro onde o crime ocorreu. Já a ordem judicial em nome do terceiro envolvido, Marcelo, foi cumprida no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), também no dia de ontem (28/07).

Continua depois da Publicidade

A delegada ressalta que uma das peças analisadas pela polícia, durante investigação da motivação do fato, foram imagens de vídeos que circulavam nas redes sociais.

“Em imagens de vídeos divulgados nas redes sociais, os criminosos falam que o motivo do crime seria o suposto abuso, no entanto não há evidências que comprovem o delito”, salientou Deborah.

Continua depois da Publicidade

Conforme a autoridade policial, além das análises de imagens de vídeos, testemunhas também foram ouvidas, e assim chegaram na identificação dos autores.

Em coletiva de imprensa realizada na especializada, no final da manhã de ontem, foi divulgada a imagem de Denira, como procurada, o que ajudou a polícia a chegar ao seu paradeiro.

Continua depois da Publicidade

O mandado de prisão preventiva em nome de Denira foi expedido pelo juiz Julião Lemos Sobral Júnior, da Central de Inquéritos Policiais.

Denira irá responder por homicídio qualificado e será encaminhada à audiência de custódia, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

Procurado
Um quinto indivíduo identificado como Valdecy da Silva Cardoso, 36, está sendo procurado por envolvimento no crime.

“Quem tiver informações acerca da localização desse infrator deve entrar em contato pelo número (92) 98118-9535 ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM)”, ressaltou Deborah.

*Com informações da Assessoria de Imprensa