Polícia

Polícia prende suspeito de participar de assalto que terminou com PM baleado em Manaus

A vítima foi alvejada com tiros no rosto e no tórax, e foi levada para o HPS Platão Araújo, onde encontra-se internada.


Redação AM POST

Jhones Odlaniger do Amor Santana, 23, conhecido como “Pacu”, foi preso nessa sexta-feira (13/05) por envolvimento no latrocínio tentado que teve como vítima um sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

Continua depois da Publicidade

O crime ocorreu no dia 5 de maio deste ano, em um estabelecimento comercial localizado na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

Durante coletiva de imprensa realizada no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o delegado Christiano Castilho, titular da unidade policial, informou que quatro pessoas participaram da ação criminosa; Jhones, Larissa Pereira Simplício, conhecida como “Formiguinha”, que também já foi presa pela PMAM, além de outros dois indivíduos que estão sendo investigados.

“Na ocasião do delito, Larissa e um dos infratores entraram na loja onde o policial militar trabalhava como segurança, o intuito deles era roubar apenas a arma de fogo que o policial possuía. Porém, ele acabou reagindo e houve troca de tiros. A vítima foi alvejada com tiros no rosto e no tórax, e foi levada para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, onde encontra-se internada”, detalhou o delegado.

Continua depois da Publicidade

A autoridade policial explicou que a participação de “Pacu” foi dar apoio do lado externo do estabelecimento comercial, durante a fuga do grupo.

“Iniciamos as investigações e chegamos a identificação deles, com base nisso, solicitamos à Justiça pelos mandados de prisão preventiva, e as ordens judiciais foram expedidas na quinta-feira (12/05), pelo juiz Luís Alberto Nascimento Albuquerque, do Plantão Criminal”, relatou Castilho.

Continua depois da Publicidade

Prisão – Com a ordem judicial decretada, os policiais seguiram em busca de Jhones e conseguiram efetuar a sua prisão na rua do Areal, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus. “As investigações devem continuar para prender os demais envolvidos no crime”, afirmou o delegado.

O indivíduo responderá pelo crime de homicídio tentado. Ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

Continua depois da Publicidade